sábado, 13 de maio de 2017

Cartaz de Aniki-Bóbó

Saiu, na revista Sábado de 9-3-2017, o cartaz de Aniki Bóbó feito por Manuel Guimarães em 1942 para o filme em que se iniciou no cinema como assistente de realização ("assistente geral").



sexta-feira, 21 de abril de 2017

terça-feira, 18 de abril de 2017

"Nasci com a Trovoada"


Era este o título de um projecto de filme autobiográfico que Manuel Guimarães não chegou a realizar e que agora se apresenta como "Autobiografia póstuma de um cineasta", realizado por Leonor Areal, e cuja estreia acontecerá a 9 de Maio, às 21h30, na Cinemateca, integrado na secção Director's Cut do festival IndieLisboa 2017.

O documentário baseia-se integralmente em materiais de arquivo: filmes, fotografias, artigos de jornal, cartas e diários. Manuel Guimarães é a voz de narrador que nos conduz através da sua vida e obra. Em diálogo com fragmentos dos seus filmes, esta “autobiografia póstuma” assume-se como uma outra ficção.

Outras informações em http://nascicomatrovoada.blogspot.pt

sábado, 8 de abril de 2017

Cartazes em mupis



Um cartaz de Saltimbancos e outro de Vidas sem Rumo, de Manuel Guimarães, em mupis na zona do Lumiar, Quinta das Conchas, perto da velha Tobis, hoje ICA, onde se juntou um protesto de realizadores e associações do sector cinematográfico, contra o modo de constituição dos júris de selecção da SECA (info aqui: http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/juris-de-concursos-de-apoio-ao-cinema-aprovados-no-ica-com-protesto-a-porta)

quarta-feira, 22 de março de 2017

Descoberta!


A Terra e o Homem (1969), filme de Manuel Guimarães, foi descoberto numa escola de Braga (Escola Dto. Francisco Sanches) em Agosto do ano passado e entregue ao ANIM para salvaguarda, pela Confederação - colectivo de investigação teatral.

"Após trabalhos de recuperação e investigação que envolveram diversos parceiros em todo o país – Cinemateca Portuguesa, Município de Famalicão, Município de Braga, Leonor Areal entre tantos outros, a obra regressará às salas de cinema a partir de Setembro de 2017.

A 9 de Abril de 1968 o republicano Dt. Nuno Simões (1894-1976) é homenageado pelo Concelho de Vila Nova de Famalicão, sendo-lhe atribuída a insígnia do “Grande Oficialato da Ordem de Benemerência”. Duas equipas da Cultura Filme, uma Sociedade Comercial de Produções Cinematográficas lisboeta, sob a direcção de Ricardo Malheiro, fizeram a cobertura cinematográfica deste acontecimento para os "Jornais Associados" do Brasil. Completaram o seu trabalho filmando vários aspectos da vila e do concelho de Famalicão, e ainda alguns pormenores da "feira dos folares" - Isto é o que nos diz a jornal “Estrela da Manhã” poucos dias depois do acontecimento. "

(Informação de http://www.confederacao.pt/a-terra-e-o-homem)

Ficha técnica
Realização · Manuel Guimarães
Produtor · Ricardo Malheiro
Chefe de Produção · Almeida Santos
Comentário · João Casimiro Dias
Locução · Luís Filipe Costa
Fotografia · Ferreira dos Santos
Assistente de Imagem · Emílio Pinto
Assistente de Montagem · Emília de Oliveira
Direcção de Som · Alexandre Gonçalves
Laboratório de Imagem · Ulyssea Filmes
Assistente de Som · Nacional Filmes
Produção · Cultura Filmes (segundo o pedido de licenciamento na I.E. /não descrito no genérico)
Duração · 15’
Metragem · 398 mts
Som · Mono
Formato Original · 35mm || pb
Género · Documentário/Reportagem
Idioma original · Português
Rodagem · 1968
Local · Famalicão
Ano · 1969

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Filmes sobre arte

Prossegue hoje o ciclo de cinema dedicado a Manuel Guimarães, com alguns dos seus documentários sobre arte, seguidos de debate.
Às 15h30 no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto.


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Ciclo no Porto

Inicia-se hoje, às 21h30 no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto um Ciclo de Cinema de Manuel Guimarães, integrado, numa primeira fase, no IRI 2016 - Imagens do Real Imaginado - organizado pela ESMAD.

O ciclo terá continuidade depois na Casa das Artes, com organização do Cineclube do Porto.